Outubro rosa – o que é, como surgiu e por que é tão importante?

Outubro Rosa – o que é?

É um movimento internacional que tem como objetivo conscientizar a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. Ações como o incentivo ao autoexame e chamar a atenção das mulheres para a necessidade de visitar o médico com frequência e fazer a mamografia são comuns nesta época.

Quando a campanha surgiu?

O Outubro Rosa começou na década de 90, nos Estados Unidos. Depois da campanha ter sido aprovada pelo Congresso Americano, o mês de outubro foi reconhecido nacionalmente como o mês da prevenção contra o câncer de mama, e laços cor de rosa, símbolo do Outubro Rosa, começaram a aparecer.

O símbolo foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, durante a primeira Corrida pela Cura, realizada em 1990, na cidade de Nova York. Na época, os corredores receberam o laço rosa para usarem durante a corrida e, depois disso, ele passou a ser distribuído em locais públicos, desfiles de moda e em outros eventos.

No Brasil, o Outubro Rosa demorou um pouco mais a chegar. O primeiro sinal do envolvimento com a campanha por aqui se deu em outubro de 2002, quando o Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, foi iluminado com luzes cor de rosa.

Mas, foi só em 2008 que a movimentação ganhou força nacionalmente. Diversas cidades brasileiras abraçaram o Outubro Rosa, fazendo companhas, promovendo corridas e iluminando os principais monumentos com a cor rosa durante a noite.

Importância do Outubro Rosa

O câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no  mundo, e pode ser fatal se descoberto tardiamente. Por isso, merece muita atenção e, embora seja um problema recorrente o ano inteiro, um mês específico para trazer a pauta em voga é importante porque faz com que as mulheres parem pelo menos uma vez no ano para se atentar a isso e cuidarem de si mesmas.

Autoexame

É de extrema importância que as mulheres se toquem e realizem, com uma frequência maior que 1x ao ano, o autoexame. É bem simples:

Em pé (pode ser durante o banho)

- Levante seu braço esquerdo e apoie-o sobre a cabeça;

- Com a mão direita esticada, examine a mama esquerda;

- Divida o seio em faixas e analise devagar cada uma dessas faixas. Use a polpa dos dedos e não as pontas ou unhas;

- Sinta a mama;

- Faça movimentos circulares, de cima para baixo;

- Repita os movimentos na outra mama.

Esse texto foi interessante pra você? Compartilhe com outras amigas! 💟

Outras Novidades